Brasileira Amadora Novinha Bem Gostosa De Quatro Com Marido De Petrópolis – Rj

80 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

80 seg

Categoria:

Tag: , ,

Brasileira Amadora Novinha Bem Gostosa De Quatro Com Marido De Petrópolis – Rj

Brasileira Amadora Novinha Bem Gostosa De Quatro Com Marido De Petrópolis – Rj

Ela mantinha-se a respirar calmamente, deitada de barriga para baixo com o rosto voltado para o lado da parede de lá. Acho que era a primeira vez que ele cavalgava um homem! Então ela se levantou e eu a coloque de quatro, meti na xotinha dela e bombei bastante.

Foi então que o tamanho da encrenca veio à luz:-Tá certo papai, não seja fingido…sempre soube que você é um pegador de novinhas e agora é a minha vez.

– Gostoso… coma-me, tio!É impressionante como a gente fica com mais tesão vendo uma moça de 25 anos pedir algo desse tipo e ainda nos chamando de tio…Meti gostoso, bombei bastante, só vendo ela gemendo baixinho, depois os gemidos ficaram mais altos. eu-relaxa , seu irmão nao viu nada, alias nossa sua bunda e muito lindaDepois que eu dei a minha primeira gozada, naquele pau gostoso, ele mandou que eu ficasse de quatro e meteu o pau na minha bucetinha, como que ela já estava toda melada, aquele pau grosso, entrou sem fazer muita força, meu sogro começou a socar com força e me levou a loucura, quando ele viu que eu tinha dado outra gozada, ele tirou o pau da minha bucetinha e começou a socar no meu cuzinho, que até naquele momento, ainda era virgem, até chorei de dor e vi estrelas, quando aquela cabeça enorme passou, mas ele estava tão tarado que nem ligou e ainda falou agora você vai ver o que é um homem de verdade e foi empurrando e socando, aquele pau grosso no meu cuzinho, primeiro ele foi empurrando devagar, mas foi sem parar.

Sou casada e amo meu marido, sempre nos demos bem e somos parecidos em quase tudo, o único problema é que sou viciada em SEXO e ele nem tanto.

Bem, a sedução dos americanos pelas brasileiras começa… pela bunda! Então, quando ele se dispunha e me ensinar alguma coisa, eu colocava os menores shortinhos para realçar meu bumbum. Continuando por suas pernas, chegando aos pés, que merecerão massagem e carícias.

Fui ficando mais calmo e comecei a pensar em puxar algum assunto.

Joguei a cabeça pra trás… Contraia minhas nádegas provocando uma sensação gostosa no meu cuzinho. Então nos beijamos e ela se soltou, eu também.