Comendo A Prima Gostosa E Peituda

Comendo A Prima Gostosa E Peituda

Comendo A Prima Gostosa E Peituda

-Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai. Terminando de me vestir, meu tio me virou de costas pra ele, começou a pegar na minha bunda e disse:– Isso Bruninha, bem gostosa assim, quase tão gostosa quanto a tua namorada peituda. , que agora estava eliminada, ela tirou o resto do biquini cuidadosamente e mostrou sua bucetinha molhadinha, antes de ir para lá eu lhe agarrei pelo braço e apertando os seus deliciosos seios disse que queria lhe comer na cascata, ela deu um sorriso sacana e foi para lá onde o Z.

Estava ajudando ela a preparar as coisas para o aniversário da piscina o tempo chegou à noite umas 7h00 e fomos pra piscina coloquei o biquíni minúsculo onde eu estava muito tamanho dos meus seios e uma calcinha fio dental muito pequeno fui bem na piscina quando voltei de amigo Diana me abraçando pelado com pênis pulsando em minha bunda, transamos muito, foi maravilhoso– Aiiiiii!!! Que gostosooooo, Eliane!!! – eu dizia enquanto ela apertava meus peitinhos e minha bundinha pequena.

Mas se aparecesse um modelo mais bonito, ou um cara mais fortinho, era visível seu interesse.

Minha mãe pediu que eu, minha prima Gabi e meu primo nos afastássemos, pra que elas pudessem falar com Aline. Sou português e como tal peço desculpa se algum termo que usar, não for familiar ao povo brasileiro que domina este site. Depois disto eu fui pra cima da safada sem pensar duas vezes, não tive medo nenhum de alguém aparecer pois o tesão estava falando mais alto, tirei toda sua roupa sem falar nada e já fui metendo a pica na buceta da safada que estava lisinha pronta para uma transa gostosa. Mas agora eu vou e atacar essa delicia cheirosa e macarronada pois estou faminto!Também coloquei meu prato e fiquei vendo meu pai todo contente parecendo um menino comendo toda minha macarronada com a cara mais feliz do mundo.