Deu Show Na Piroca Grossa Do NegÃo

58 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

58 seg

Categoria:

Tag:

Deu Show Na Piroca Grossa Do NegÃo

Deu Show Na Piroca Grossa Do NegÃo

Olha que safado! Queria era ver meus peitos, como se já não tivesse visto e pegado o dia inteiro! Mas eu gostei da brincadeira e tirei.

Fui colocado dentro do meu carro, completamente nú, meu corpo doía todo, eu estava todo sujo da porra dos caras, eu sentia gosto de esperma na boca e cheiro de esperma e merda no meu corpo.

Anderson estava chupando o Djalma de 4,foi quando o Ferreira chegou por trás e abriu a bunda dele e lambeu o rabo do cara;Anderson olhou para traz para ver quem era e falou:-Isso é bom demais,continua!Eu me aproximei do pau do Djalma e chupei dividindo junto com Anderson e nos beijávamos chupando o pau dele;Jobson se aproximou do saco e chupou muito;o negão delirava com 4 machos em cima dele. Já, já, a dor passa, você vai ver…Por mais incrível que pudesse parecer, ele falava a verdade.

Nesse momento eu puxei sua bermuda de surpresa até os pés, de uma forma descontraída.

– Pois mande ele enfiar pica em você agora, puta. Castanho escuro e sempre com barba por fazer, era um homem grande, mas sempre muito respeitoso e dedicado ao trabalho.

Então um dia, meus pais resolveram ir para um clube no fim-de-semana. Estamos sempre juntos, curtimos boas noitadas e cervejadas sempre com muito respeito entre nós. Meu nome é Ricardo tenho 33 anos e sou moreno 1,85 de altura, 90kg, corpo sarado e um pau desproporcional ao meu corpo, 23cm de piroca bem grossa e cabeçuda.

Marcio nos chamou para o quarto dele,nos enxugamos e fomos pelados andando pela casa, os caras passando a mao na minha bunda, passando o dedo falando que minha bunda era linda e eu muito excitado estava doido, quando chegamos no quarto Marcio ligou o ar trancou a porta e ligou uma musica me botou de joelho com os dois de frente ai comecei a revezar mamando os dois, logo Renato ficou atras de mim e começou a lamber meu cu eu me arrepiei todo ele quis meter, mas eu pedi para Marcio ir primeiro para abrir um pouco.

Contou VG:– Parecia uma vara grossa e comprida, para a qual minha mãe não parava de olhar.