Gravou A Transa Morena Pelada Adora Uma Pica Durinha Em Sua Xana Gostosa Tarado De Recife – Pe

8 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

8 seg

Categoria:

Tag: ,

Gravou A Transa Morena Pelada Adora Uma Pica Durinha Em Sua Xana Gostosa Tarado De Recife – Pe

Gravou A Transa Morena Pelada Adora Uma Pica Durinha Em Sua Xana Gostosa Tarado De Recife – Pe

Ainda tô com 18 anos e vou me descrever novamente: cabelos pretos, um pouco abaixo dos ombros, corpo bacana pois eu malho, olho castanho escuro e morena, me considero atraente. rnFoi então que puxei o lacinho do biquíni e ele saiu do meu corpo e toda safadinha disse:rn-ihhh…meu biquíni desamarrou…vamos ter que parar de jogar…to pelada…sá com o soutien!rnTodo safado e com os olhos cheios de desejos ele disse:rn-isso não é desculpa pra não continuarmos jogando…tá com medo…minha nora querida…não acredito que vc quer parar…logo agora que tava ficando…mais gostoso…vamos continuar…estamos sá nos aqui…fechei o portão que dá acesso à piscina…vamos continuar…querida!rnSorrindo peguei a bola e tentei fugir dele na piscina…ele logo me agarrou e senti suas mãos deslizando pelo meu corpo…em segundos percebi que ele soltou a parte de cima do biquíni e fiquei completamente nua.

No sabado, acordamos por volta das 09:00hs, aprontei-me para ir ao café e praia, Marcela ficou no apto se arrumando, enquanto esperava fora do apto, quando saiu veio de fio dental e uma entrada de banho, perguntou que tal?, disse que tava linda e gostosa, tomamos café, o hotel tava lotado, no café reparei mesmo que tinha um grupo grande de jovens, e ficaram olhando pra ela, saimos pra praia, fomos para uma barraca, o garçom nos serviu caipirinha e petiscos de peixe, ficamos bem a vontade, Marcela vez por outra ia a praia tomar banho, quando voltava via que até o garçom olhava, até comentei e ela ria, voltamos por volta das 14 horas pro hotel, ficamos na piscina, numa tenda e ela numa cadeira bronzeando a bunda, tinha uma rapaz que estava vizinho a nós e o se apresentou dizendo que estava com um grupo de Recife, na conversa disse que veio com os amigos passear, que estava sozinho e os demais com as namoradas, pois tinha saido de um relacionamento a pouco tempo e queria no momento ficar só sem compromisso, senti que ele tava jogando charme pra cima da Marcela, me deu ciumes e tesão ao mesmo tempo, bom já estavamos um pouco tontos com tanta caipirinha, Marcela foi pra piscina ficamos conversando, então fui no apartamento buscar o celular, quando voltei, os dois estavam na piscina bem perto um do outro conversando e rindo, quando cheguei a Marcela saiu da piscina e o rapaz ficou lá, pouco depois saiu também, notei um volume no seu short, mais nada comentei e Marcela só ria, então, como já era tarde quase 18 horas, nos despedimos, o cara já descarado apertou minha mão e deu um beijinho no rosto da Marcela, saimos também, perguntei o que houve pois tinha visto os olhares e vi o volume no short dele, ela disse amor não foi nada demais, ela olhou pra mim e viu que eu também tava de pau duro, riu e disse no apto te conto, chegando lá ela disse que quando sai ele foi pra piscina e ficou cantando ela, que encostou o pau nela, dizendo que era gostosa, ela disse que eu poderia vim e não fez nenhuma reação, disse amor ele ta tarado em mim, não fizemos nada, foi logo pegando no meu pau, ela então disse não faço nada pra te magoar, então tive coragem e disse não amor, estou gostando disso, então tomamos banho, Marcela disse podemos fazer algo diferente que nunca fizemos eu disse você que comanda então ela disse não vai ficar com raiva nem ciumes, eu disse não amor, então tomei banho e me deitei pra descansar, ela ficou um tempão no banheiro, voltou colocou uma calcinha branca de renda, uma saia preta justa e bem curta, uma blusa branca sem sutiã, mostrando os peitões, saimos para o deck pra tomar um vinho, quando o rapaz chega com o grupo, ficaram conversando, veio nos cumprimentar,disse vocês vão sair, ele disse sim, perguntei não quer ficar conosco, a Marcela só olhando, então ele disse legal vou avisar o pessoal, voltou sentou-se conosco no inicio só papo banal, pois o clima tava meio tenso, quando perguntei ja ficou com casal, ele disse nunca, perguntei tem camisinha ele disse sim, eu disse vou pro apto espero vocês la, depois de uns 15 minutos chegaram já abraçados, Marcela já bem a vontade sem batom, ficaram num amasso e eu sentando numa poltrona, quando Marcela tira o pau dele pra fora, vi que era duro mesmo, e medio, começou a chupar, depois foi tirando a roupa, ficou só de calcinha deu a buceta pra ele pegar, depois deitou-se e ele passou a chupar sua buceta, ele colocou a camisinha e meteu, como ela esta com muito tesão começou logo a gemer dizendo que tava gozando, virou-se e ele passou a come-la de 4, ela gozou umas 3 vezes pra depois ele gozar, depois disso ela pediu pra ele ir embora, ele atendeu e ficamos, fui pra perto dela, institivamente ela colocou minha mao na sua buceta que pingava com seu gozo pedindo pra mim meter meti e gozamos juntos, foi maravilhoso minha vez como corno assumido. , mas era uma morena muito gostosa e sensual.

Ela não fazia academia nem nada do tipo, mas mesmo assim mantinha aquela bunda grande e durinha, e aqueles seios grandes e levantados. Eu adorei levar chifre de café da manhã, fui conferir o estado que ficou a buceta dela, e chupei bastante estava bem molinha, pois havia acabado de ser comida, transamos e ela me chamava de corno manso, que era assim que ela me queria, bem mansinho, eu adoro ser corno dela, adoro chupar a buceta dela depois dela fudendo com outroAproveitei e fiquei atrás de Gabriel, roçando meu pau na sua bundinha redonda e lisinha arrancando arrepios dele que fazia movimentos de encontro ao meu pau. "como relatei aqui pra vocês no primeiro conto, eu fodi minha chefe;-Depois de um banho maravilhoso conversamos um pouco e ela me elogiava muito dizia que jamais acha que eu iria faze ela se achar mulher de novo, eu também a elogiei bastante e fiz algumas caricias nela que logo despertou meu pau deixando ele durinho, ela falou que queria da pra mim mais uma vez eu apena a deitei na cama e já comei a chupa-la que delicia aquela buceta bem raspadinha pequenininha,lábia, enfiava um dedo depois enfiei dois ela gemia feita uma louca, depois diz um 6X9 ela mamando meu cacete e eu aproveitei pra dar umas dedadinha naquele cuzinho, ela não reclamou e eu pensei agora vou concretizar meu sonho vou comer esse cuzinho que parece que nunca foi fudido, mais uma vez a coloquei de quatro e comecei a bobar naquela buceta, dessa vez eu a xingava de vadia gostosa, putinha, safada, depois de muito xingamento e tapas naquele rabo, eu com o pau dentro dela fui no ouvido dela e falei sabe o que eu quero agora chefinha?-ela falou pede meu safado, hoje eu sou sua seu filha da puta, o que você, fala?-eu falei eu quero foder seu cuzinho quero ele pra mim!-ele falou come seu cachorro, eu adoro da ele, aquele corno do meu marido não gosta de foder ele…– eu sem pestanejar dei uma cuspida na entrada do cuzinho dela, e continuei metendo o pau na buceta dela, ela rebolava muito e gritava fode tarado, come sua chefinha come, eu sei que você sempre quis me comer, sua cara não nega, eu falei sempre mesmo, e dai tirei o pau da buceta dela e coloquei na entrada do cuzinho dela, ela se ajeitou melhor e foi se curvando pra traz, ela mesma fez questão de deixa o pau entrar devagar nela, e me perguntado se eu estava gostando eu apenas gemia e fala safada, cachorra, quando entrou tudo eu comecei a bombar forte, ela falou vai seu safado filha da puta eu vou goza vai, mete, come, vai, arregaça tudo, sentir ele tremer, foi quando ela falou gozei… dei mais uns tapas naquela bunda e socava forte já não aguentava mais e queria gozar dai não aquentei e acelerei as estocada quando apertei aquela bunda bem forte e explodi todo gozo dentro daquele cuzinho…foi maravilhoso comer minha chefe, não estou na mesma sessão que ela mas direto saímos pra almoça e dar umas trepada, já tem 4 meses que como ela e ela sempre maravilhosa, disse pra mim que ate o casamento dela melhorou depois que começamos a sair r o que mais admiro nela é que ela é do tipo de mulher que é uma dama na sociedade e uma verdadeira puta na cama!!!"Ela parou de exitar e voltou a ficar de 4 abrindo a bunda -Entao coloquei a rola novamente no seu cu e começei a ir e vir naquele cu novamente"Eu: vai devagar…Daniel: ok, só dessa vez"Marcela, Marlene e Marta, trancadas no seu cativeiro, presas com correntes à cama, há cinco dias, sem sofrerem novas agressões, davam graças ao Senhor, mas por outro lado, estavam sem se alimentar todo este tempo. Ela dizia que eu iria adorar uma pica de verdade e que depois disso nunca mais iria querer um de borracha.