Japinha Peituda Sentando E Batendo Uma PÉnheta Pro Namorado

14 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

14 min

Categoria:

Tag: , , ,

Japinha Peituda Sentando E Batendo Uma PÉnheta Pro Namorado

Japinha Peituda Sentando E Batendo Uma PÉnheta Pro Namorado

Era morena, baixinha de cabelos cacheados até a altura dos ombros, magrinha peituda, uma graça.

Passado um pouco ela veio por cima de mim e enterrou o meu pau até ao saco e me deu com força e assim tivemos a segunda explosão de prazer. Ela obedeceu, quando ela abriu as nádegas com as mãos e vi o cuzinho dela Rosinha piscando, ela pediu:– Vai meter no meu rabinho vai? Quero nem vê, esse troço ai seu vai me deixar toda aberta.

Eu era louco de tesão por ela! Vivia batendo punheta pensando que estava comendo aquela buceta maravilhosa que eu imaginava que ela tinha.

"Nessa hora eu estava arrumando a cama e nem ouvi barulho na porta, quando eu senti a presença de alguém atrás de mim, eu me assustei e me levantei rapidamente, quando eu olhei para trás, dei de cara com meu sogro, que estava sorrindo e segurando o pau por cima da calça, acho que já fazia algum tempo, que ele estava ali me observando, fiquei com uma tremenda vergonha, pedi lhe desculpa por estar seminua e caminhei em direção á porta, para me esconder e colocar uma roupa descente, meu sogro me segurou pelo braço e falou, você não tem nada que se desculpar, você é linda e tem um corpo perfeito e muito bonito, você tem todo o direito de se mostrar de se exibir, para quem quer que seja. "– Juro, claro (ai é que mora o perigo, eu também sou mulher, se ela não segurou o segredo dela eu é quem vou segurar???)Tem uma japinha quer mora no mesmo condominio que eu, uma delicia de menina, ja bati varias pensando nela.

Não me lembro ao certo qual site de classificados, mas em uma cidade próxima havia um casal procurando um namorado fixo para a esposa.

Ela tirou a camisinha dele, chupou de novo o seu pau e sentou sobre ele, ainda que estivesse em meia recuperação, foi sentando, subindo e descendo até ficar bem duro de novo, então aumentou a velocidade e aproveitou, gozou duas vezes com ele, enquanto gozava me xingava e me chamava de corno, me chamava de chifrudo frouxo, de corno manso e mais e mais dava para o outro.