Peituda linda e maravilhosa

Peituda linda e maravilhosa

Peituda linda e maravilhosa

Chegamos na garagem do prédio, vc estacionou e falou: muito bom o carro, adorei, aí calei sua boca com um belo beijo daqueles selvagens e vc me beijando loucamente em uma troca de línguas e eu passava a mão e fui levantando sua blusa tentando tirar e vc segurou e falou: deixa chegar no ap, falei: gostosa estamos transbordando de tesão, como vc ficava nos seus sarros com os carinhas dentro dos carros, não é? Vc: Haram!!! Eu não parava de te lizar e vc passava sua mão no meu pau por cima da calça e procurando abrir e conseguiu e segurou meu pau e escamou, ufaaa!!! Que grosso!! ficou me punhetano e eu Mamando seu peitos e minha mão passando na sua gostosa, vc já não tinha mais controle de tamanho tesão, eu beijando seu pescoço e falei no seu ouvido, vamos desafiar o perig o gostosa com nossa explosão do tesao e fui tirando sua blusa e vc falou: pode tirar, vamos sim neg ão safado, porque esta sensação do perigo com este negão safado me seduz.

Chegando lá ele tomou banho , e eu tb e ficamos na sala assistindo tv , aí ele me disse , que notou que eu estava triste e quis saber o pq.

Amigos, apenas, nunca tinha rolado sexo. Terminando de me vestir, meu tio me virou de costas pra ele, começou a pegar na minha bunda e disse:– Isso Bruninha, bem gostosa assim, quase tão gostosa quanto a tua namorada peituda.

”Ela nos mostrou realmente uma cidade linda, pouco movimento de carros e o mais bacana, todas as casas de um andar, todas com jardim e com quintal. Falou que já era de se esperar uma coisa dessas, até perguntou como tinha começado e como fazíamos. Não deu outra…Fiquei de 4 e arrebitei o máximo que pude minha bunda deixando meu cuzinho todo a mostra. Eu gemia baixinho e ele me olhava rindo. só de pensar naquela moreninha linda na cama com muita tesao eu fico louco. Fiquei de joelhos na cadeira, me debruçei sobre o encosto e ele me invadiu por trás com aquela pica maravilhosa. – Falou Isa, rindo enquanto pulava ainda mais rápido no colo do tio.

Ele tirou a calça e a calcinha dela, a blusa, deixou-a com o sutiã.

Tenho um noivo gato muito safado de 35 anos, André. Enquanto enchia sua caneca de café com leite, viu pelo vidro do armário que seu primo esticou o pescoço dando uma boa olhada na bundinha dela.

Continuei passando, passei protetor pelas pernas dela, a mão ”esbarrou” uma ou duas vezes na sua buceta, no entanto nada que ela me chama-se a atenção. Já me fez um boquete a caminho do trem, até o dia que chamei ela p ir no motel e ele aceitou de cara.