Porno Gostoso Puta Amadora Gostosa Cavala Fazendo Sexo Anal Maravilhosamente Amigo Da Faculdade Em Rio Das Ostras

13 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

13 seg

Categoria:

Tag:

Porno Gostoso Puta Amadora Gostosa Cavala Fazendo Sexo Anal Maravilhosamente Amigo Da Faculdade Em Rio Das Ostras

Porno Gostoso Puta Amadora Gostosa Cavala Fazendo Sexo Anal Maravilhosamente Amigo Da Faculdade Em Rio Das Ostras

E tirou a roupa, ficou peladinha… quase tive um ataque, como ela era gostosa! Meu pau endureceu na hora, e ela tirou minha calça.

"– Caralho gata, eu sabia que você era louquinha desde a nossa época de colégio, com historias dignas de um filme pornô, mais isto foi demais, foi fantástico, que ficou com tesão agora fui eu.

rnCasei-me com a bucetinha toda cheia de porra do meu sogro safado…e apesar de no começo da cerimônia aquilo me incomodar um pouco…por incrível que possa parecer…logo depois aquilo começou a me dar tesão e meu grelo ficou tão inchado que logo depois da cerimônia fui ao banheiro e pra me acalmar me masturbei e go-zei maravilhosamente.

Quando Douglas chegou fingi surpresa e o convidei para entrar notei que ele me devorou com os olhos me fiz de desentendida quando disse que havia ido buscar os jogos e o chamei para ir até o quarto do meu filho para que ele me mostrasse qual seria. Não sabia porque ele queria que eu ficasse ali conversando ele, considerando que ele nem gostava de mim! Achava que ele iria ficar feliz se eu fosse sentar com os meus amigos e ele pudesse ir sentar com os dele. Nas primeiras páginas, o que tinha era uma loira cavala bem deliciosa em poses que me deixavam de pau duro toda vez que abria aquela revista.

A encontrei em festas da família depois e apenas dou oi e a beijo no rosto ouvindo os parentes dizerem como ela deveria logo arranjar um namorado ou pelo menos um ficante, fico rindo por dentro enquanto todos acham que ela é uma garota certinha e chata, eu sei a safada que ela é na cama!""Despedi-me de todos, que tiraram onda e ficaram fazendo piadinhas com minha enxaqueca. eu-“triste… obs-sem demostrar” beleza então a gente nunca vamos passar de amigas mesmo"Olá, meu nome é alisson, tenho 19 anos, sai de casa para morar com uma amiga para fazer faculdade.

Entrei e fui direto para o banho, quando sai de pijama ele perguntou porque estava vestido, a casa era só de macho e que lá homem não poderia estar arrumado, me virei e arriei o pijama mostrando para ele minha bunda branca, onde recebi um taba gostoso e um apertão, quando me levantei, ele me abraçou por trás e pude sentir seu pau latejando nas minhas nádegas, abri um pouco a perna e deixei ele crescer por entre minhas coxas, que sensação deliciosa, ele apertava meus peitos e beijava minha nuca, estava com a barba para fazer e ficava arrastando ela nas minhas costas, deixando-me todo arrepiado, eu empinava a bunda para sentir seus pentelhos no reguinho, ele colocou a mão na minha bunda e arregaçou, fazendo seu pau passear pelo meu rego e parava com sua cabeçona na entrada do meu cú, perguntei se ele gostava de dar linguadas no rabo e sua resposta foi um NÃO bem alto, ficou um bom tempo roçando seu volume no meu rego e depois pediu para eu chupar seu pau, pois queria gozar pois não estava aguentando, perguntei se ele queria gozar na boca ou no meu rabo? Ele perguntou se eu aguentaria sua pica no rabo, falei que tínhamos a noite toda para tentar, ele ficou mais ainda tesudo, iniciei uma mamada bem devagar e fui lambendo seu mastro, com muito carinho, ele se sentou e eu chupava, chupava, lambia suas bolas e depois tentava sentar no seu mastro, ele foi ficando cada lambida mais tremulo e dizendo que iria gozar, dei uma parada e fiquei olhando para seu pau pulsar e suas veias estufarem, coloquei uma camisinha e fui sentar no seu colo, tentei relaxar para sua pica entrar mas era em vão, fiquei de quatro com o cú virado para ele e pedi para ele tentar meter assim, ele falou que esta era a posição mais gotosa que ele achava e que sua patroa não gostava de dar pra ele assim, ele segurou minha bunda e foi tentando meter no meu rabo, relaxei e deixei ele invadir meu cú do modo que ele ia conduzindo, foi uma dor que eu suportei por amor aquela pica, antes de entrar tudo ele já estava me apertando dizendo que meu cú era apertaaaaaaado de mais e seu pau cresceu e largou um volume grande de porra, não entrou nem um terço daquele pedaço de musculo e o coroa já havia enchido a camisinha de leite, era tanto leite que escorreu pelas minhas pernas.