Rabuda Na Praia 2 Vai Ser Gostosa Pra Caralho

2 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: ,

Rabuda Na Praia 2 Vai Ser Gostosa Pra Caralho

Rabuda Na Praia 2 Vai Ser Gostosa Pra Caralho

Mais bem eu ali de pau bem duro todo com ele todo enfiado na boca da minha namorada que fazia uma chapada bem gostosa, eu olhava para o quarto e vi minha cunhada deitada na cama e olhando aquilo tudo. A luz apagada, apenas a claridade do abajur…Ela esta deitada na cama de costas pra mim. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai. Naquele momento ela de frente pra parede empinou ainda mais a bunda pra eu sarra-la, foi então que finalmente eu levantei o vestido e pude ver com os próprios olhos aquele rabo gostoso com aquela calcinha fio dental preta toda enfiada, um convite para continuar sarrando, Jane tem uma bunda perfeita, daquelas que da vontade de ficar olhando e acaridando por horas a fio, foi o que eu fiz, aproveitei o máximo que eu pude aquele rabo que chamara a minha atenção uma semana antes na praia, ela estava gemendo de tesão, eu passava minha mão entre suas pernas, na altura virilha, bem próximo a buceta, na mesma posição me ajoelhei no chão, puxei a calcinha pro lado e lambi o cuzinho e a bucetinha dela igual um cachorro, ela gritou e me xingou me filho da puta, finalmente eu estava ali, lambendo aquele cuzinho rosado e apertado exalando aquele cheiro característico de bunda.

Após a saída da Ana fiquei pensando, que menina interessante me lembrou muito eu e uma ex namorada que tive, também gosto muito de coisas não populares além disso ela é exatamente como eu gosto e que perfume! aposto que é luna, adoro o aroma.

Naquela tarde fui até o local e realmente existia. Veio vindo, suas coxas faziam aquele ruído de fricção em sua calça jeans molhada.

– Você continua a mesma e eles também… deliciosos!Mamou neles, matando a saudade.

Eu sou branco, 35anos, bem apessoado e de relativamente bom nível intelectual e financeiro. ” Ela seagarrou em meu caralho e logo engoliu todo.