Vídeo sensacional empregada safadinha levando muita rola do namorado de osasco – sp

7998 visualizações

9 min

Categoria:

Tag:

7998 visualizações

9 min

Categoria:

Tag:

Vídeo sensacional empregada safadinha levando muita rola do namorado de osasco – sp

Vídeo sensacional empregada safadinha levando muita rola do namorado de osasco – sp

Por mais desapontado que eu estava, havia ficado feliz em saber que esse tal vídeo não estava nas mãos de nem um safado. E depois de muita transa, a Gabriele estava preste a gozar e botou a buceta na boca dele e mandou ele chupar e ele negou, então ela ameaçou a liga para a Larissa e ele atendeu o pedido dela, elas conseguia qualquer coisa quando botava ameaças nele, então ela gozou na boca dele e mandou ele mamar tudo, até a última gota e ela começou a contar até o 10 ao contrário ligaria para a Larissa, então ele abocanhou com ferocidade e mamou tudo. Comecei a mamar Gostoso a piroca dele, enfiando tudinho na minha boquinha gostosa. Minha prima elem de ser virgem ela e bem safadinha ai com isso eu começo a falar sacanagem com ela. Eu ri meio sem graça, tipo querendo não falar, e ele me apertou, aí eu falei sem pudor:” ah assim se de repente você quisesse tentar alguma coisa com ela eu não iria achar ruim, eu até posso distrair o Valtão, levando ele no quarto. minha companhia do dia a dia é a minha empregada, Mara. "Tinha 45 anos,era bem peludo,tinha a barriga bem musculosa e era bem bonito,só o pau que não era grande coisas devia ter em media 16 cm ele duro ele tinha 1,73 de altura,87kg,moreno,cabelos pretos mas tinha alguns brancos. Olá, vou colocar meu nome como Eduardo, moro em Osasco, tenho 26 anos branco 1. Era de mais!Sensacional!Era peludinha,mais sem exageros.

Agora já estava-mos explodindo de desejo resolvi penetra-la, enfiei todo meus 22 centímetro de caralho de uma só vez, e ela gemia como uma adolescente na pica do namorado, comecei a fazer um movimento de vai e vem mais que já fiz, e ela apesar da idade rebolava no meu pau, que estava duro como pedra, fiz esse movimento até que eu enchesse aquela buceta (que tinha mais hora de cama do que urubu de vôo) de porra.